|      Contato      Localização      



 

Opiniões FBTS


José Paulo Silveira

Conselheiro FBTS

Todos nós desejamos que nosso país volte a crescer.

Contudo, para que isso aconteça, muitos obstáculos necessitam ser superados. No âmbito estatal, a legislação tem que ser alterada para evitar que governos, em todos os níveis, gastem mais que arrecadam, para ficar apenas em um exemplo.

No campo econômico, teremos que aumentar substancialmente a produtividade. Atualmente, o Brasil figura entre os últimos colocados no ranking internacional de produtividade. Teremos que conquistar ganhos de eficiência para aumentar a competitividade de nossa economia e, assim, gerar excedentes que financiem os investimentos que, por sua vez, criam mais oportunidades de trabalho para todos.

A produtividade é um atributo complexo. Depende de fatores gerais como a qualidade da educação básica, uma infraestrutura moderna, impostos mais racionais, e desburocratização da administração pública, dentre tantos outros fatores denominados sistêmicos, cuja soluça é de responsabilidade governamental.

As empresas não ficam de fora desse esforço. Muito está por fazer no contexto interno das empresas para alcançar níveis mais elevados de produtividade.

E a FBTS? Qual poderia ser sua contribuição?

A soldagem em nossos canteiros de obras e fábricas tem muito a oferecer em ganhos de produtividade. Medições, realizadas em canteiros de obras nacionais, revelam que a produtividade da soldagem está situada em cerca de um terço daquela praticada em países mais eficientes.

A FBTS, nas últimas décadas, tem dirigido sua contribuição para o campo da garantia da qualidade da construção e fabricação soldada. O treinamento e a certificação de inspetores de soldagem, como também a realização de projetos tecnológicos pavimentam nosso caminho em direção da qualidade.

Agora é o momento da produtividade, sem descurar obviamente da qualidade. Nos últimos meses, trabalhamos para organizar nossos recursos, no sentido de poder oferecer treinamento especializado e certificação de pessoas atuantes no lado da produção em canteiros de obras e fabricas. Refiro-me aos supervisores e encarregados de soldagem.

Esses profissionais, sujeitos à certificação, como é prática usual em outros países, tem muito a contribuir para o aumento de eficiência no "chão de fábrica, estaleiros e canteiros de obras" brasileiros.

Não fora um obstáculo burocrático no âmbito da ANP, já estaríamos treinando e certificando os primeiros 190 supervisores de soldagem, com o apoio dos recursos financeiros da aplicação compulsória da Petrobras em atividades tecnológicas.

Esperamos superar, em 2017, tais obstáculos para alinhar nossa modesta contribuição à construção de um Brasil mais competitivo e próspero.

José Paulo Silveira – Conselheiro FBTS – 03/12/2016





 

Mensagens Anteriores


Fundadores
© Copyright 1982 - FBTS